Isto é Bom ou Ruim?

Há alguns Zagueiros em empresas que não permitem o gol e vivem cavando alguma dificuldade. Há uma forma fácil de identificá-los, basta fazer uma pergunta e avaliar como eles reagem. Veja como foi a descoberta.

Coordenava um projeto de novas embalagens e estávamos desenvolvendo uma caixa de madeira em pinus, madeira reciclável, ao invés do pinho, árvore em extinção.

A mudança dava uma ótima redução de custo, mas necessitávamos de um departamento para fazer o teste de segurança. A caixa deveria ser arremessada do alto e não quebrar.

Na data estipulada no cronograma, perguntei ao respnsável, e aí? Conseguiu?
“Olha…, estou só dependendo do pessoal de segurança, acompanhar o teste, lá no fundo da fábrica.”
Mas quando será? “Depende só deles.”

No dia seguinte, eu voltei lá e perguntei, como foi?
“Vamos fazer tudo hoje, porque o supervisor da segurança saiu ontem e não fez a autorização para o encarregado acompanhar o teste.”

Depois do almoço, só cheguei lá e nem perguntei, a resposta já veio, “tá tudo pronto mas…”, me perguntou: “Como vamos fazer para ir lá, pois é longe e estamos sem carro…”

No final do expediente, voltei lá e vi o Zagueirão parado e perguntei, conseguiu?

A resposta não vinha, alguns segundos se passaram, quando aconteceu um grande trovão, então ele olhou rápido para a janela e me falou com veemência:
“VAI CHOVER!!”

Com mais veemência ainda, perguntei: “Isto é bom ou ruim?”

Quando a resposta RUIM, tímida, demora a vir, depois da reflexão, livra-se o cidadão.

Mas se vem um cínico e rápido RUIM, acompanhado de alguma coisa do tipo: “Eu fiz a minha parte”, iiiiiiiiiii, descobrimos mais um Zagueirão.

Aí a moda pegou, fomos fazendo a pergunta “Isto é bom ou é ruim” e nos divertindo, descobrindo os Zagueiros e os driblando para marcar gols. Experimente!!!

Alvaro Votta

Deixe um Comentário